12.12.2016

Bourbon Shopping apresenta: “Trem-Bala” por Ana Vilela

Videoclipe da cantora foi gravado no Bourbon Shopping Wallig, Country e São Paulo

Nas últimas semanas, uma música de melodia suave e versos poéticos circulou por milhares de celulares pelo país, sendo compartilhada pelo aplicativo de mensagens Whatsapp. De voz doce, a cantora londrinense Ana Vilela emocionou as pessoas com a canção “Trem-Bala”, de autoria própria e interpretação em voz e violão.

Com apenas 18 anos, Ana Carolina Vilela da Costa toca violão desde os 12 anos e compõe desde os 14.  Mas foi com a viralização da música “Trem-Bala” nas redes sociais que ela ganhou muito mais visibilidade: se apresentou no programa Caldeirão do Huck, da Rede Globo, onde fez um dueto com o cantor Luan Santana, seu ídolo. A canção já tem mais de 2 milhões de visualizações no canal da cantora no Youtube.

O Bourbon Shopping ajudou a tornar o desejo de Natal da cantora realidade: gravar seu primeiro videoclipe. Filmado no Bourbon Shopping Wallig, Country e São Paulo, o vídeo traz Ana encontrando seus amigos e familiares em meio aos corredores dos shoppings, enquanto entoa os versos que trazem uma mensagem inspiradora para este final de ano. Assista e compartilhe com quem você ama!


Trem-Bala

Ana Vilela

Não é sobre ter
Todas as pessoas do mundo pra si
É sobre saber que em algum lugar
Alguém zela por ti
É sobre cantar e poder escutar
Mais do que a própria voz
É sobre dançar na chuva de vida
Que cai sobre nós

É saber se sentir infinito
Num universo tão vasto e bonito
É saber sonhar
E, então, fazer valer a pena cada verso
Daquele poema sobre acreditar

Não é sobre chegar no topo do mundo
E saber que venceu
É sobre escalar e sentir
Que o caminho te fortaleceu
É sobre ser abrigo
E também ter morada em outros corações
E assim ter amigos contigo
Em todas as situações

A gente não pode ter tudo
Qual seria a graça do mundo se fosse assim?
Por isso, eu prefiro sorrisos
E os presentes que a vida trouxe
Pra perto de mim

Não é sobre tudo que o seu dinheiro
É capaz de comprar
E sim sobre cada momento
Sorrindo a se compartilhar
Também não é sobre correr
Contra o tempo pra ter sempre mais
Porque quando menos se espera
A vida já ficou pra trás

Segura teu filho no colo
Sorria e abraça teus pais
Enquanto estão aqui
Que a vida é trem-bala, parceiro
E a gente é só passageiro prestes a partir

Laiá, laiá, laiá, laiá, laiá
Laiá, laiá, laiá, laiá, laiá

Segura teu filho no colo
Sorria e abraça teus pais
Enquanto estão aqui
Que a vida é trem-bala, parceiro
E a gente é só passageiro prestes a partir