02.01.2017

Você sabe a diferença entre anabela e plataforma, birkens ou slides?

Aprenda a diferenciar 13 tipos de sapatos com as dicas da stylist Patricia Cuozzo

Qual amiga você conhece que não ama um sapato? Em geral, mulheres são loucas por sapatos, mas é tão ruim quando você não consegue identificar o modelo, certo? Chegar na loja sem saber como pedir, ficar apontando de um modelo para outro tentando identificar ou, ainda, ver na vitrine e não conseguir explicar exatamente aquele estilo para a atendente são situações clássicas do dia a dia de muitas mulheres. E o mundo da moda continua a complicar a vida, criando cada vez mais e novos nomes.

Então relaxa que a partir de agora vai ficar fácil. O Bourbon Shopping convidou a stylist Patricia Cuozzo para descomplicar sua vida de uma vez por todas. São 13 modelos – alguns tradicionais, outros, tendência – que podem entrar no seu guarda-roupa (e vocabulário) para 2017.

1. Mule: fechado na frente, aberto atrás e quase sempre com um salto médio. Cobre total ou parcialmente o peito do pé.

É um sapato inspirado no clássico Chanel. “Nas releituras atuais já vemos modelos sem salto e com os bicos não tão finos” – destaca Patricia. Quando as mules não possuem salto, como esta à direita na foto, denominam-se flat mule.

sapatos_tendencia_flatmule_arezzo

Os modelos da foto acima trazem outra grande aposta da estação: a cor dourada.

Já que entramos no assunto do tamanho dos saltos com o flat mule, vamos falar de flatform.

2. Flatform: todo sapato cujo salto se mantém da mesma altura em toda a sola. Às vezes possui uma pequena diferença da parte da frente para a de trás do pé.

Este prateado da foto ainda vem com uma tonalidade que está super em alta.

oxford_tratorado_flatform_prateado

E o preto do lado deste, o que é? É um Oxford. Ou mais especificamente, um Oxford tratorado.

3. Oxford: sapato fechado, com cadarços e bico mais fino. Tem um salto resistente que é sempre baixo ou médio.

Um modelo importado do guarda-roupa masculino que está fazendo enorme sucesso entre a mulherada.

4. Tratorado: refere-se ao tipo de sola que imita as ondulações dos pneus de tratores. Podemos ter sandálias tratoradas, tamancos tratorados, botas tratoradas, enfim, inúmeras possibilidades.

Continuando a falar sobre solados, qual a diferença entre anabela e plataforma?

5. Anabela: na parte da frente do calçado, o salto é nulo ou mínimo; já na parte de trás, o salto é inteiriço, como o modelo azul desta foto.

anabela_versus_plataforma

Já o modelo branco é uma plataforma.

6. Plataforma: também conhecida pelo salto “meia-pata”, ou seja, um salto um pouco mais alto na frente do que o anabela.

Conheça a promoção Desejos de Natal

E os chinelos para o verão?
Tem os slides e os birkens que confundem muita gente.

7. Slides: o chinelo de uma única tira.

tendencia_verao_2017_slides

“A grande aposta do verão”, nas palavras da stylist, os slides ganharam fama nos anos 90 com a Rider e também com um clássico da Adidas de nome Adilette. Pois bem, a moda está de volta.

8. Birkens: chinelos com solado ortopédico.

Muita gente se atrapalha na denominação “slides x birkens”. Porém, os birkens são sandálias anatômicas e com sola ergonômica, muito conhecidos pelo conforto e utilidade. Além disso, os modelos mais tradicionais são os com duas tiras largas, diferentemente dos slides que só têm uma tira bem larga. O nome vem de “Birkenstock”, marca que desenvolve desde 1902 este tipo de calçado.

usaflex-birken

Slip on x Dockside x Mocassim x Slippers
Pronto, está feito o nó na cabeça. Mas vamos lá:

9. Slip on: tênis sem cadarço.

Como o próprio nome em inglês já sugere, basta deslizar o pé para dentro do calçado sem se preocupar. É um modelo muito usado pelos skatistas que caiu no gosto dos fashionistas.

slipon_ninaro

10. Dockside: solado branco, costuras aparentes e uma amarração em cima da ponta dos pés (no cabedal).

dockside-ninaro

Sua origem é náutica e, por isso, geralmente o cadarço utilizado é branco.

11. Mocassim: um sapato sem nenhum fecho, de sola plana e regular e ponta mais arredondada.

Nos modelos clássicos, o cabedal pode ser decorado com uma fivela ou algum penduricalho.

tendencia_verao_2017_mocassim

12. Slippers: sapatos que deixam o peito do pé semidescoberto e possuem uma lingueta sem costura.

sapatos_tendencia_slippers

De solado plano ou salto baixo, os slippers eram usados antigamente na hora de dormir e, por isso, tem o nome relacionado a isso. São superconfortáveis.

E as famosas espadrilles ou espadrilhas?

13. Espadrille: sapato leve cuja sola é feita de juta, sisal, corda ou ráfia, independentemente do tamanho do salto. O cabedal, por sua vez, é de lona ou tecido.

espadrille_luz_da_lua

No Brasil, um modelo de espadrille que ficou popularmente conhecido foi a Alpargata devido ao nome da marca. Reza a lenda que sua origem é espanhola ou francesa; porém, não se sabe ao certo.

Onde encontrar os modelos de sapato das fotos?
1, 11 e 12 – Arezzo – no Bourbon Shopping Ipiranga, São Paulo e Wallig
2, 3, 4, 5 e 6 – Via Uno – no Bourbon Shopping Country e Ipiranga
7 – Paquetá – em todos os Bourbon Shopping do RS
8 – Usaflex – no Bourbon Shopping Wallig
9 e 10 – NinaRo – no Bourbon Shopping São Leopoldo
13 – Luz da Lua – no Bourbon Shopping Ipiranga, São Paulo e Wallig