27.10.2014

Borboletas que encantaram o Bourbon Shopping

Conheça um pouco mais o trabalho dos artistas

Elas foram a marca da promoção Tempo de Renovar Bourbon Shopping. Estavam por toda a parte, paredes, placas, outdoors. As borboletas, que deram vida aos shoppings e encantaram todos neste início de primavera, foram criadas por artistas brasileiros e cada uma delas tem sua particularidade.
 
Feita no formato de pétalas de flores, a borboleta verde em tons alaranjados é do desenhista e pintor Matheus Bailon, natural de Itajaí/SC. Dos contrastes entre a infância no meio da natureza catarinense com a experiência da vida adulta em grandes centros urbanos, Bailon tira a inspiração para suas obras. E não foi diferente com a borboleta. A técnica de pintura escolhida foi a acrílica, uma tinta de secagem rápida. Ele pegou gosto pela arte ainda criança, aperfeiçoou-se e, atualmente, viaja pelo mundo espalhando suas obras por cidades como Londres, França e Barcelona. 
 
Natural de Santa Maria/RS, Carlo Giovani é o responsável pela criação da borboleta cor de rosa. Várias são as suas inspirações para desenhar, mas foram o francês François Challet e o argentino Christian Montenegro que fizeram mudar seu olhar sobre a ilustração e sobre suas próprias obras. Da mistura de diversas técnicas surgem seus trabalhos – tinta acrílica, objetos tridimensionais e mecanismos digitais – e foi com esses recursos que materializou a borboleta. Giovani é um artista bastante premiado – recebeu três vezes o maior prêmio internacional de infografia, o Malofiej, na Espanha. Entre seus principais trabalhos estão a capa da recente versão brasileira do livro Viagem ao Centro da Terra e o projeto Happy Me da Coca-Cola. 
 
Das mãos do ilustrador Derby Blue (também conhecido como Shiko) veio a borboleta azul, que ganhou vida no corpo de uma menina. Bastante influenciados pelo cotidiano das metrópoles, seus trabalhos idealizam-se nas mais diferentes plataformas: quadrinhos, capas de discos e livros, grafites de rua, exposições, anúncios. Seus desenhos usam múltiplas técnicas, entre elas a aquarela, como na borboleta. Nascido em João Pessoa, na Paraíba/PB, hoje, Derby Blue mora em Florença, na Itália. Já realizou mostras nesse e em outros países europeus e ilustrou grandes clássicos da literatura brasileira, como O Quinze, de Rachel de Queiroz, na adaptação para os quadrinhos feita pela editora Ática.  
 
Confira quem foram os vencedores da promoção Tempo de Renovar Bourbon Shopping.